sábado, 4 de março de 2017

A Rebelde do Deserto - Alwyn Hamilton



Título: A Rebelde do Deserto
Título Original: Rebel of the Sands
Autora: Alwyn Hamilton 
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 288
Ano: 2016
Avaliação:☆☆☆☆☆


Sinopse: "O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher. Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele. Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir."



Começo essa resenha com duas observações: a) A Rebelde do Deserto é uma verdadeira caixa de surpresas; b) Uma narrativa com personagens ousados e misteriosos. Não pude deixar de passar em branco essas suas observações que defini o tão espetacular e intenso esse livro é. Mas, o primeiro contato com o mesmo, ocorreu através de já ter visto em algumas redes sociais, e foi tamanha surpresa quando descobri o lançamento aqui, e ainda com o designer da capa maravilhoso, casando com com a sinopse.

No imerso deserto de Miraji uma pequena cidade chamada Vila da Poeira mora uma garota desbravadora como o deserto. Amani Al'Hiza poderia ser uma menina comum em uma cidade comum, mas com seus olhos cor de mar, ser uma talentosa atiradora, e a persistência em sair daquele lugar em busca de uma vida melhor a torna única. Apesar dessas características a destacarem, ela não consegue escapar da Vila e cada vez mais se encontra presa em um destino miserável, viver o resto da vida como uma mulher submissa em um casamento forçado e infeliz. Mas tudo começa a mudar, quando seu destino cruza com um forasteiro tentando sair da cidade que por infelicidade acabou caindo. Depois do conhecimento de ambos, alguns favores ficam em dívida em partes resultando na saída de Amani na garupa de um cavalo mítico, ao lado do forasteiro, e com o exército do sultão na cola. Mas qual será a verdadeira natureza e identidade do forasteiro? E a natureza de Amani? Aliás, quais os segredos serão revelados pelo deserto?

Quando comecei a pensar em ler A Rebelde do Deserto, já tinha conhecimento do gênero, sinopse, capa e também de muitos comentários e resenhas positivas sobre o mesmo. Apesar disso, não imaginava me surpreender a cada capítulo lido. O nível de surpresas apresentadas no livro, surge de forma gradativa nos fazendo já esperar o impossível se tornar possível em poucas páginas lidas. Um exemplo, foi o aparecimento das criaturas mágicas do deserto de Miraji e justo no inicio do livro temos uma pequena dose do que nos aguardará. 

A narrativa de Hamilton se destaca por se apresentar de forma direta, esclarecedora e  tímida. Temos um começo calmo apresentando o ambiente, personagens e o possível trama a ser desenvolvido. Todos esses passos, caracterizando um começo tímido mas direto, se revelando ao longo das páginas intenso e ousado. Seus personagens são cativantes, fortes, conquistadores, bajuladores, mentirosos e estrategistas. É de tirar o folego a quantidade de personalidade que ambos possui, e como eles se destacam na história ganhando forma assim como os bacuris no deserto. E por fim, a preciosa apresentação dos djinnis e suas habilidades,  deixando a história mas encantadora. 

A leitura é rápida, agradável, com personagens cativantes incluindo o casal protagonista que irá se revelar mais temido do que o próprio deserto, isso tudo já neste primeiro livro introdutório. A carga de aventura e fantasia não nos abandona logo no segundo capítulo, sempre como uma bateria em sua potência máxima. Apesar de tudo, a capacidade de poder vivenciar cada momento vivido pelos protagonista, e poder descobrir um pouco sobre costumes de outra cultura, são descritas em A Rebelde do Deserto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário