segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Olho por Olho - Jenny Han e Siobhan Vivian



Título: Olho por Olho
Título Original: Burn for Burn 
Autoras: Jenny Han e Siobhan Vivian
Série: Olho por Olho
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 320
Ano: 2013
Avaliação: 5 estrelas

Sinopse: "Alguma vez você já quis realmente se vingar de alguém que a ofendeu? Talvez uma ex-amiga que a apunhalou pelas costas, ou um namorado traidor, ou um estúpido da escola que a humilhou desde que você era pequena…


Alguma vez você já sonhou em envergonhá-lo na frente de todos? E, então, alguma vez você se uniu com outras duas pessoas para criar um elaborado esquema de destruição e revanche? A maior parte de nós não pode dizer que sim a todas essas perguntas (felizmente). Mas, certamente, todos nós somos capazes de nos identificar com muitos dos sentimentos de Kat, Lillia e Mary em Olho por Olho…

No entanto, de um exercício de malícia, de uma simples brincadeira adolescente, o jogo do “aqui se faz, aqui se paga” poderá assumir proporções trágicas, em que até mesmo as leis da natureza vão se dispor, misteriosamente, a acalmar os corações ofendidos."


                  ➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻



No mês de dezembro participei de uma maratona de leitura criada alguns anos atrás, da qual deu super certo me rendendo muitas leituras fantásticas e a oportunidade de poder conhecer novos autores, foram no total 7 leituras. Esse ano, devido um momento ruim de leituras, resolvi fazer a maratona e o primeiro livro de uma TBR com 10 livros fixos e 2 outros extras, foi o Olho por Olho das autoras Jenny Han e Siobhan Vivian. 

Olho por Olho é o primeiro volume de uma trilogia chamada Olho por Olho. Os livros foram escritos pelas autoras já conhecidas pelos leitores, Jenny Han com a trilogia Para Todos os Garotos que já Amei e a trilogia Verão, e Siobhan Vivian com o título Não sou esse tipo de Garota entre outras publicações.

Em momento de sua vida alguém já te machucou? E você já pensou em como o agressor de seus pesadelos deveria pagar por tudo que lhe fez? Sim, estamos falando de vingança pura. Aliás, "garotas crescidas não choram elas... acertam as contas". Kat, Lillia e Mary são garotas crescidas frequentando a mesmo instituição no ultimo ano escolar. Ambas não possui nenhum traço que as assemelham, a não ser um sentimento crescendo no interior de cada causada por um mínimo grupo de amigos. Os mesmo que anos atrás formam o laço que as une amigavelmente mais do que imaginavam e que agora se torna o único momento de três garotas unirem as suas forças e fazer aqueles que sempre as humilharam pagarem por tudo, cada mínimo detalhe, pois "aqui se faz, aqui se paga". No entanto, os seus planos na tentativa de humilhar os infratores começam a ganhar forma e consequências imagináveis, em nenhum momento o trio queria acabar com raça de grupo e sim tetar fazer o papel do destino e envia-lhes avisos de caráter.  Além disso, em meio a confusão que a vingança irá se tornar, misteriosos acontecimentos assolam deixar a situação mais quente do que um simples pensamento pode ser.

Olho por Olho é contado através da divisão entre capítulos pelo ponto de vista de cada uma das garotas. Assim, em cada capítulo o leitor irá poder acompanhar quais são os planos constituintes da vingança assim como o estado de espirito de cada uma. Além disso, apesar dessa forma de construção da história, percebe-se uma ligação em cada relato das garotas e consequentemente uma sequência clara e direta de cada etapa da vingança e suas consequências. 

Este foi o primeiro livro do qual não consegui me decidi para qual das protagonistas estava torcendo. Literalmente fiquei conquistada por Kat e seu jeito mais bruto e ousado de ser, ao doce e meigo de Lillia e da pensativa tranquila de Mary. A cada página não consegui me desgrudar da história até poder saber de todos os detalhes do que estava por vim. No entanto, por trás de um enredo clássico adolescente, Jenny Han e Siobhan Vivian trouxe pensamentos vividos por todos da mesma idade, quem nunca foi a vítima de alguma chacota? Acredito que todos passaram por esses momentos distinguindo de qual lado se encontrava. Assim, foi uma leitura rápida e fluído, podendo ser uma boa leitura para as férias! 


Olho por Olho - Jenny Han e Siobhan Vivian
Capas de cada volume da trilogia publicados no Brasil.
Olho por Olho
Dente por Dente
Fogo contra fogo

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A Sereia - Kiera Cass


Título: A Sereia
Título Original: The Siren
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Páginas: 328
Nota: 3/5

Sinopse: "Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração."


                           ➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻


Ano passado pude ter a experiência de ler o primeiro livro da série a Seleção escrita pela autora Kiera Cass. Durante o percurso da leitura, fiquei ansiosa com a narrativa e o mundo do qual ela estava apresentando. Foi então, que a curiosidade ficou tamanha com a descoberta do novo lançamento da autora, assim como, sobre o tema que iria ser tratado no livro A Sereia. Sendo assim, não podia deixar de conhecer o mundo das sereias pelo ponto de vista da autora.

No quarto iluminado do cruzeiro, uma cena peculiar entre uma família ocorre. O pai chama a mulher e a filha para descer com ele, até o momento nada anormal ocorre, até que todos no navio ouvem uma canção serena da qual, aos poucos começa a tocar a alma de todos ali presente. Porém, o mais bizarro é o mar de corpos pulando do navio para o mar aberto feliz para nunca mais retornar. E é justo neste pequeno detalhe que Kahlen vem em si, percebendo o que estava acontecendo ao seu redor, no momento ela não se encontra junto a sua família e sim, indo em direção ao mar. Em uma luta para sair de toda aquela confusão, uma porta se abre e Kahlen se vê diante três belas mulheres, e diante a decisão de seu futuro. O desejo de se salvar da morte, ou seguir com sua família. Pois, se for o caso de viver, terá que permanecer por durante 100 anos servindo a sua nova mãe a água, como uma sereia, acompanhadas por suas irmãs sem poder ter qualquer contato com humanos que possa colocar a risca a verdadeira identidade. E é justo aí, que a vida de Kather lhe prega uma peça, seu coração nutre um amor proibido por Akinli, aquele que poder colocar tudo a perder.

A partir desse princípio a narrativa começa a se desenrolar pelas páginas, trazendo diversos questionamentos a cerca de ações ocorridos em todas as vidas dos personagens, sempre acompanhados ativamente pelos sentimentos mais profundos dos seres humanos. A autora nos apresenta personagens com passados tristes, onde existe a ausência de amor e afeto pelas pessoas próximas, o não compartilhamento de um sonho com aquele que ama, e até o fato de não poder participar da vida do sangue de seu próprio sangue. Tudo isso sobre cada personagem, só faz com que a reunião de ambos desenvolva um porto seguro, uma corda envolta de todos, por aonde irá surgi aquilo que falta a cada um, pessoas que compreende o desespero e o momento difícil de cada um, e está ali para ajudar o máximo que puder.  

Uma leitura fluida, e triste, por onde as palavras sofrimento e esforço estão de braço dados por todas as páginas. Mesmo assim, o leitor irá querer descobri o que irá resultar das escolhas de Kahlen, devorando capítulo por capítulo até o fim do volume. Sem esquecer de comentar, que apesar de ser uma adaptação da mitologia das sereias, a autora buscou escavar fundo nos sentimentos profundos de uma seria, mostrando sua vida e o fardo que ela tem o dever de carregar só.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

A Garota do Calendário (Janeiro) - Audrey Carlan



Título: A Garota do Calendário (Janeiro)
Título Original: Calendar Girl (January)
Autor: Audrey Carlan
Série: A Garota do Calendário
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 144
Avaliação: 3/5 estrelas

Sinopse: "Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele."


                    ➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻➻



A Garota do Calendário Janeiro é o volume de uma série de 12 livros, onde cada um irá representar um mês. Meu primeiro contato com o mundo da autora Audret Carlan, veio pelas resenhas no skoob e também devido ser um dos livros em muitas listas de leituras do ano passado. Confesso que logo quando li a sinopse, fiquei muito curiosa pelo contexto que a autora criou em seus livros, sendo o motivo de logo iniciar a leitura. 

Depois da imensa dívida de jogo de seu pai e a possível consequência que a mesma poderia oferecer a sua família, Mia se vê presa na missão de livrar sua família através do pagamento do valor.  Porém, com os bicos que ela está fazendo e o prazo do pagamento chegando ao fim, ela resolve recorrer a sua única alternativa que é o trabalho se acompanhante de luxo na empresa de sua tia. Assim, ao informa o seu interesse e ouvir todas as solicitações do contrato, alguém a solicita e um novo mundo inicia. Entre o medo do novo e o pensamento nas únicas pessoas que estão dependendo de seu esforço, Mia vai ao encontro do milionário Was e a sua vida balada em Malibu. Em meio aos 30 dias ao lado do seu cliente, ela irá vivenciar muitos momentos lutando com um único pensamento, o de não se apaixonar. 

É através de uma narrativa em primeira pessoa e pela largada repleta de informações, que o livro de Audret Carlan inicia. A autora envolve o leitor com uma escrita direta e bem equilibrada, contrastando com passagens divertidas e contagiantes, encenados por personagens com bastante personalidade e passados controversos. Um ponto que chama atenção por todo livro, é a personalidade de Mia, uma mulher de caráter forte e determinada a conseguir aquilo que deseja, que sempre mostra as pessoas próximas uma parede de indestrutível, mas que possui um coração leve e amável. 

Uma leitura que pode ser feita simplesmente durante 24 horas, devido ao instinto que apos a leitura da primeira página o leitor não quer lagar até saber qual foi o desfecho. Durante a leitura, é bem interessante um pequeno spoiler que a autora solta ao longo da narrativa, fazendo com que o leitor desperte uma curiosidade pela continuação.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Novos Começos

Fonte: Google


Olá leitores! Até que fim 2017 chegou, e como já faz parte da tradição, ano novo respira novas mudanças. Sendo assim, não podia deixar de por em prática muitos de meus planos e metas para esse novo ano, que esses 365 dias sejam repletos de muita positividade. Agora, voltando um pouco para 2016, não podemos deixar de lado tudo que foi feito lá atrás, é sempre bom rever aquelas atitudes feitas ou nem tanto e aquelas metas não cumpridas, aliás, isso ocorre com todos não?

2016 foi um ano turbulento, praticamente não consegui me esforçar em por postagens com mais frequência aqui no blog, como desejava. Além disso, durante o ano não consegui ler a quantidade que queria de livros, e nem por em frente alguns de meus desafios. Por outro lado pude começar e finalizar algumas séries de mangás desejadas em ler já se fazia alguns anos. E ainda consegui assistir alguns animes quando achava que não iria consegui, e até reencontrar a força e a persistência com eles.

Resumidamente 2016 foi um ano de muitas surpresas e reflexões. Pude pensar muito em tudo que vinha acontecendo e o que eu queria continuar carregando para o próximo ano. Foram muitas notícias ruins, realmente um ano conturbado, mas que eu pude conhecer e aprender muito e das quais eu incorporei. Depois dessa resumida retrospectiva de como foi o ano passado, não posso esquecer de formalizar aqui quais são as minhas metas literárias aqui para o Liiteroma a alcançar durante esse ano. 


10 Metas Para 2017

1. Ler 100 livros no ano;
2. Caminhar por território desconhecido dos gêneros de livros;
3. Finalizar séries de lidos inacabadas;(uma vergonha)
4. Começar o Rory Gilmore Book Challenge;(uma vergonha)
5. Ler um número grande de livros comprados na estante;(uma vergonha)
6. Ler um volume de manga por dia;
7. Assistir no mínimo uma temporada de anime por mês;
8. Assistir 12 animes durante o ano;
9. Postar com frequência no blog;
10. Trazer conteúdos extra mas que se relacione com o universo literário;

Quais são as suas metas literárias para 2017? Espero que sejam boas e bem desafiadoras, aliás, vamos sair da zona de conforto e explorar os arredores. Ah, não esquecendo, puderam perceber a mudança no nome do blog, na verdade já vinha pensando em um nome e como o endereço do mesmo já tinha uma ideia boa de nome, pensei e acabei optando por esse Liiteroma, resume bem o antigo nome, peculiar e fácil. Espero que gostem da mudança e também das metas, que todos possamos seguir o ano cumprido cada uma mesmo que muitas coisas aconteçam no caminho. Antes de terminar esse post, agradeço as visitas aqui, mesmo sem nenhuma atualização por meses o número de visitas só aumentaram!