segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Tsuiteru Kanojo - Enjouji Maki


Título: Tsuiteru Kanojo 
Gênero: Comédia, Josei, Romance, Sobrenatural
Autor: Enjouji Maki
Artista: Enjouji Maki
Volume (s): Único
Páginas: 200
Ano: 2004
Nota: 4/5

Sinopse: "Yukimi tem a infelicidade ser possuída por um espírito guardião e, graças à isso, seus encontros amorosos são todos uns desastres. No desejo de ser livrar da maldição, ela procura um sacerdote para um exorcismo. No entanto, ele "se propõe" a ficar com ela! Será ele um sortudo? Ou um azarado?"

Tsuiteru Kanojo é um mangá contendo uma única estória em 200 páginas do autor Enjouji Maki. Um enredo com muito romance, comédia, uma pitada de sobrenatural e personagens bem divertidos. Logo no começo ficamos conhecendo a vida azarada da nossa protagonista Yukimi sobre as suas tentativas de relacionamento, a moça teve a infelicidade de sempre acabar mal quando vai sair com homens, devido a um guardião, e assim para ela nunca irá encontrar alguém. Até o momento em que não aguenta mais essa vida, e resolve por acaso do destino procurar um sacerdote, que por incrível que pareça, o cara não é nada do que ela tinha criado em sua mente pessimista, e ainda por cima, eram conhecidos. A partir desse encontro tudo começa a mudar na vida dessa mulher, todos os infortúnios de espíritos que invadiam o seu corpo foram banidos, tudo estava se encaixando perfeitamente, porém a vida guarda algumas lições e antes de mais nada, devemos passar por momentos difíceis, e foi isso que aconteceu.



Apesar de tudo que Yukimi tinha vivido antes de Renshin, não ser nada bom, ele teve uma representação muito importante na vida dela, aliás, foi ele o cara que comprometeu sempre está ao seu lado, e foi justamente por isso que já nos últimos capítulos do mangá, a personagem teve um rápido sentimento de culpa, por não fazer nada pelo companheiro, e isso afetou mais com a aparição de uma terceira personagem, uma Boumori, amiga do Renshin, neste ponto percebemos a desconfiança, tristeza de Yukimi, porém nada disso foi maior do que o grande amor que ambos nutria um pelo outro. Uma estória mais do que a palavra romântica, um motivo de superação de uma vida, companheirismo e claro, como não faltou durante todas as páginas, foi a comédia, que veio como cereja desse bolo, sempre nos fazendo ver o lado bom das coisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário