segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Férias! - Marian Keyes


Título: Férias!
Autora: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2009
Páginas: 560
Nota: 4/5

Sinopse: "Rachel Walsh tem 27 anos e a grande mágoa de calçar 40. Ela namora Luke Costello, um homem que usa calças de couro justas. E é amiga - pode-se mesmo dizer muy amiga - de drogas. Até que a sua vida vai para o Claustro - a versão irlandesa da Clínica Betty Ford. Ela fica uma fera. Afinal, não é magra o bastante para ser uma toxicômana, certo? Mas, olhando para o lado positivo das coisas, esses centros de reabilitação são cheios de banheiras de hidromassagem, academia e artistas semifissurados (ao menos ela assim ouviu dizer). De mais a mais, bem que já está mesmo na hora de tirar umas feriazinhas. Rachel encontra mais homens de meia-idade usando suéteres marrons e sessões de terapia em grupo do que poderia supor a sua vã filosofia. E o pior é que parecem esperar que ela entre no esquema! Mas quem quer abrir as janelas da alma, quando a vista está longe de ser espetacular? Cheia de dor-de-cotovelo (o nome do cotovelo é Luke), ela busca salvação em Chris, um Homem com um Passado. Um homem que pode dar mais trabalho do que vale... Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor, neste romance que é, a um tempo, comovente, forte e muito, muito engraçado."

Uma leitura divertida, com bastantes trechos de situações descontraídas da vida da personagem, de cara os personagem possuem tudo a ver com o que lhes acontecem, ambos são bem construídos dentre uma parte e outra do enredo, tudo isso está presente em Férias da escritora Marian Keyes.

A história começa a se passar na cidade bem movimentada e conhecida dos Estados Unidos, Nova York, em meio à barulheira, café, apartamentos, carros, ruas e mais ruas, duas irlandesas aventuradas, compartilham um apê e as boas da vida. Rachel a personagem principal está em um relacionamento forte com Luke, e outro relacionamento até no momento nada tão alarmante com as drogas, tendo o apoio em diversos momentos de sua companheira e amiga Bride, tudo estava perfeito aos olhos de Rachel, até seu namorado e sua amiga observar as suas controvérsias, e resolverem alertar a família, residente na Irlanda, a partir deste ponto, Rachel vê a sua vida ao avesso, ela vai para a Irlanda, para ser tratada, permanece em um lugar nada do que achava, com pessoas consideras por ela como loucas e começa a encontrar outro amor, até a si encontrar realmente.

Quem realmente é Rachel Wars?? O que estava fazendo esse tempo todo? Realmente valia apena? O livro é constituído por fases, cada uma representa um momento da vida da personagem, resultando no seu novo eu, quando é posta todas as ações a serem analisadas, em busca de uma solução. São questionamentos bem vistos na sociedade, pessoas constantemente vão à procura de respostas acompanhadas por orientadores, ás vezes é difícil, e foi isso que o livro demostra, mesmo que uma porta se fechar, nos sentimos inferiores, incapacitados a algumas tarefas, ou até na própria engajar da vida, sempre haverá uma segunda a disposição, basta deixar no passado tudo que não foi bom, não como algo a se recordar durante o presente ou futuro, a fim de se lamentar, eles irão permanecer lá, para lembramos os nossos erros e apreender com estes a melhorar, tudo isso têm que vim de dentro de nós, e com ajuda necessária, alias, ainda há tempo para ser feliz.

O que eu gostaria de deixar bem claro, este livro não é autoajuda, o gênero é Chick Lit, apesar do parágrafo anterior, dê uma impressão, simplesmente, é uma superação de obstáculos na vida. Será que fazemos muito alarde em algo fácil de resolver??Indicadíssimo a todos, não fique preso em pensamentos contrários à história, venha conhecer a vida alarmada de Rachel. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário